Publicado em 30 de dezembro de 2021

NOTÍCIAS - Qual a diferença entre micro e pequena empresa?

30/12/2021
Brasil
Jornal Contábil

Você sabia que as micro e pequenas empresas (MPEs) representam a maior parte dos empreendimentos no Brasil? Pois é verdade. Durante a pandemia, o número de pessoas que se viram como empreendedores aumentou. De acordo com o Sebrae, o número de novos empreendimentos registrados nos quatro primeiros meses de 2021 corresponde a 25% dos que foram abertos ao longo de todo o ano passado.

 

Mas o que diferencia uma micro de uma pequena empresa? As Micro e Pequenas Empresas podem ser definidas seguindo dois critérios: faturamento ou número de funcionários.

O critério faturamento está previsto na Lei Complementar nº 123/2006, além do critério do faturamento o Estatuto das micro e pequenas empresas prevê que o tipos societários que podem ser adotados e as atividades que são vedadas para MPES.

Quer saber mais? Vamos explicar.

 

Diferenças entre micro e pequena empresa?

  A microempresa é aquela que tem faturamento anual de até R$ 81 mil. O MEI pode ter apenas um funcionário contratado, pagar o teto da categoria conforme sua função e não pode ter sócios.

Já a pequena empresa deve ter faturamento anual de até R$ 360 mil por ano e pode empregar até 20 pessoas e pode ter sócio. 

Qual regime de tributação das micro e pequenas empresas?

As MPEs enquadradas segundo os critérios da Lei Geral nº 123/2006, podem optar pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte: o Simples Nacional.

 

O Simples prevê a redução da carga de impostos e simplificação dos processos de cálculo e recolhimento. As alíquotas dos impostos variam de acordo com o faturamento dos últimos 12 meses e o ramo de atividade.

Há atividades exercidas por MPEs que impedem a adoção do regime simplificado, por exemplo: factoring, transporte de passageiros intermunicipal e interestadual, geração de energia, importação ou fabricação de automóveis, produção de cigarros, refrigerantes e águas saborizadas, entre outras.  

 

Neste caso, as MPEs devem adotar os regimes de tributação do lucro real ou presumido.

Por que aderir a uma microempresa é melhor?

Além da ME apresentar ainda menos burocracia quando se trata de abertura de empresas, principalmente com a simplificação do pagamento dos impostos, que são feitos de forma rápida através de uma única guia, há vários outros pontos vantajosos em abrir uma ME.

Algumas das principais vantagens são:

Além disso, há também outra vantagem extremamente importante para as MEs e outras empresas de pequeno porte: a vantagem de licitações. O que isso significa é que existirá mais equilíbrio e certa favorabilidade aos pequenos negócios em relação aos negócios de grande porte. Isso porque as empresas de grande porte não podem desfrutar dessa mesma vantagem.


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se