Publicado em 18 de julho de 2022

INVESTIMENTOS - Franquia: conheça mais sobre esse modelo de negócios

18/07/2022
Brasil
Exame

Franquia é o nome dado a um modelo de negócios que é muito reconhecido em todo o mundo por sua eficiência na expansão de uma empresa.

Sendo assim, usar o modelo de franquia é algo que muitas empresas de capital aberto na bolsa de valores fazem para crescer de forma orgânica.

O que é Franquia?

Franquia se trata de um modelo de negócios em que um empreendedor (o franqueado) adquire a licença para usar uma marca, tecnologia ou metodologia para vender produtos ou serviços. Nesse tipo de contrato, há uma série de condições para que o empreendedor mantenha-se como franqueado.

Sendo assim, o franqueador é a empresa que está cedendo os direitos de utilização do franqueado, de forma que ambos se beneficiem com esse tipo de negócio.

De forma geral, franquias existem em empresas que já possuem uma consolidação em suas operações. Como há um controle maior na metodologia de trabalho da empresa, seus diretores optam por usar esse modelo de negócios previsível.

Existem, inclusive, estratégias de fundos de investimento que buscam apenas empresas com negócios já consolidados e usando esse modelo, pois assim o franqueado usa uma metodologia já validada pela empresa.

Portanto, é muito importante saber o que é franquia e como esse modelo se tornou tão popular, sendo usado por empresas famosas de todo o mundo.

Como funciona o modelo de Franquia?

No modelo de franquia, uma empresa cede os direitos de utilização de sua marca e de sua metodologia a um empreendedor que quer criar mais uma unidade desse negócio.

Por exemplo: uma rede de fast foods pode ter muitas unidades no sudeste, mas um empreendedor vê uma oportunidade de negócios de realizar uma expansão para o nordeste.

Sendo assim, ele se torna um franqueado e usa a marca e a metodologia de negócios já validada pela empresa, gerando um crescimento à empresa franqueadora e ganhando benefícios financeiros com isso.

O franqueado deve pagar uma série de taxas antes do fechamento do negócio e parte do seu lucro irá para a empresa franqueadora, de forma que todos se beneficiam com a operação e gerem rentabilidade em seus negócios.

Sendo assim, o franqueado tem menos risco de começar um negócio do zero, pois a empresa já consolidou seu modelo de gestão e já se tornou conhecida pelo público.

Entretanto, para entender como funciona uma franquia, é preciso saber que o empreendedor também não poderá divergir do plano de negócios da empresa. Por exemplo, ele não pode criar novos produtos ou serviços que a empresa já não ofereça.

Quais os custos para abrir uma Franquia?

Os custos de uma franquia variam de empresa para empresa. Entretanto, na maioria dos casos há uma série de pagamentos que devem ser feitos antes e durante o negócio.

Essas taxas, em alguns casos, podem ser caras. Por isso, o franqueador deve prestar atenção antes de assinar esse tipo de contrato e avaliar bem como serão os custos do negócio.

Em primeiro lugar, existe um valor pago antes do começo das operações da nova franquia. Essa taxa é conhecida como taxa de franquia e pode variar de alguns milhares de milhares de reais até milhões de reais.

Em segundo lugar, há também os royalties que a empresa deve pagar à franqueadora. Esse valor consiste em um percentual do faturamento da empresa em troca do uso da marca e do modelo de negócios da franqueadora.

Por fim, existem outras taxas que as franquias podem precisar pagar, como despesas de marketing, de manutenção de equipamentos, entre outros.

Por isso, é importante avaliar bem o modelo de negócios e entender exatamente quais serão os custos.

Em alguns casos, os custos podem não justificar a rentabilidade e o investidor pode preferir alocar capital em diversos tipos de fundos imobiliários, ações ou outros ativos que geram renda passiva.

Vale a pena criar uma Franquia?

De fato, existem vantagens e desvantagens de  uma franquia, pois não há modelo de negócios perfeitos. E o investidor deve avaliar se esse modelo é apropriado para si.

Entre as vantagens da franquia, estão o fato do negócio já ser bem estabelecido e possuir um modelo de negócios já testado e validado.

Assim, o franqueado tem uma vantagem competitiva em relação aos competidores donos de pequenos negócios: o trabalho de branding da empresa já foi cuidado e ele não precisa iniciar do zero o seu empreendimento.

Por outro lado, existem desvantagens da franquia, como o fato do empreendedor precisar lidar com muitas taxas, o que pode impedir muitas pessoas de serem franqueadas.

Além disso, o dono da franquia não tem liberdade para inovar dentro do negócio: ele deve seguir uma série de diretrizes e não pode criar novas linhas de produtos, nem mexer nos princípios de gestão da empresa ou algo nesse sentido.

Ou seja: é fundamental observar o contrato de franquia, pois lá estão todos os detalhes do modelo de negócios. Como essa é uma importante decisão de negócios, não deve ser tomada de forma despreparada.

Por fim, vale notar que ter uma franquia não garante o sucesso de uma empresa. O franqueado precisará trabalhar para seu negócio dar frutos e gerar lucro.

Portanto, cada empreendedor deve compreender a sua tolerância ao risco na hora de investir em um negócio como o de franquias, verificando se essa é a melhor oportunidade de investimentos para o seu perfil.


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se