Publicado em 29 de outubro de 2021

INFORMAÇÃO - Quais direitos e benefícios eu posso perder ao me tornar MEI?

29/10/2021
Brasil
Jornal Contábil

Muitos empreendedores estão saindo da informalidade e se tornando MEIs (Microempreendedores Individuais), outras pessoas que possuem um trabalho formal também desejam abrir seu próprio negócio e querem ter um registro MEI.

 

E como surgem mais dúvidas sobre o processo de abertura de um MEI, nós decidimos ajudar e esclarecer algumas delas hoje.

Os trabalhadores que possuem registro em carteira por meio da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e querem abrir um MEI, tem dúvidas se perderão algum benefício, porém, nós vamos tirar essas dúvidas nos próximos tópicos.

Quais benefícios você pode perder ao abrir um MEI?

O aposentado que abrir um MEI será considerado recuperado e assim se provará apto para retornar ao mercado de trabalho. Então, vai deixar de receber o benefício.

O beneficiário que recebe esse auxílio doença é considerado incapacitado para trabalhar, e se ele abrir um registro como MEI, ele provará que pode voltar as suas atividades profissionais. 

Isso vai depender do tipo de benefício que é recebido pelo menor, se o menor e o tutor fizerem parte de um grupo familiar e a renda familiar ultrapassar o valor estabelecido por pessoa da família, a pensão será encerrada. 

O cidadão somente irá perder esse benefício quando o seu MEI resultar no aumento da renda familiar, ultrapassando o valor estabelecido para a participação no programa.  

 

Um trabalhador CLT pode perder benefícios ao abrir um MEI?

Já vamos adiantando que o trabalhador não perde nada. Alguém que trabalha com carteira assinada (se conseguir conciliar as suas atividades) pode perfeitamente abrir uma Microempreendedor Individual (MEI) sem perder nenhum benefício.

Assim o trabalhador não perderá os seus direitos, só existem alguns pontos que devem ser destacados: 

 Esse é um direito do trabalhador registrado em regime CLT, o Microempreendedor Individual não recebe esse benefício.

Mas, não fique preocupado, se você tiver registro em carteira e tenha valores depositados na sua conta de FGTS, você poderá fazer o saque sempre que possível.

 

Então, saiba que o CNPJ MEI não impede de receber FGTS.

Se o trabalhador possuir carteira registrada em regime CLT e abrir MEI para ter uma atividade secundária, ele também poderá receber o PIS.

Mas, é preciso cumprir algumas regras:

O Microempreendedor Individual não pode receber seguro-desemprego, porém, se ele trabalhar de carteira assinada e for demitido ele poderá receber se comprovar que o seu MEI não está gerando lucro suficiente para seu sustento e de seus dependentes.

 

 

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar.

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

 

Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se