Publicado em 19 de março de 2021

INFORMAÇÃO - Contabilidade para fintech: veja a importância e os diferenciais

19/03/2021
Brasil

Os serviços contábeis são muito relevantes para fortalecer e fazer crescer uma fintech. Esse tipo de contabilidade é uma solução digital planejada para fazer essa categoria de negócio crescer, pois elimina a burocracia relacionada ao departamento financeiro. Os profissionais que trabalham nesse segmento entendem sobre startups e conhecem os desafios da inovação e fornecem insights aos empreendedores.

Neste artigo, vamos explicar o que são as fintechs e detalhar essa categoria de negócio. Por outro lado, vamos mostrar a importância de preferir uma gestão contábil que acompanhe a inovação da empresa e falar sobre a importância da contabilidade para esses negócios. Também vamos abordar como funcionam esses serviços que englobam due diligence, regulações, inovações etc.

Deseja obter mais informações sobre os diferenciais da contabilidade para fintech? Continue a leitura deste post e fique por dentro!

O que são as fintechs?

A palavra fintech surgiu com a junção dos termos ingleses financial e technology. As fintechs são empresas que atuam no setor financeiro e utilizam tecnologia para que o uso de suas soluções sejam simples e fácil. Elas oferecem aos consumidores experiências inovadoras e facilidade de acesso aos seus serviços.

O foco das fintechs é utilizar inovações tecnológicas para oferecer soluções com custos bem menores do que as instituições bancárias tradicionais. O seu objetivo é usar tecnologia financeira por meio da internet e de plataformas para fornecer resultados ágeis e excelentes. O sistema dessas empresas traz vantagens aos seus clientes que encontram condições mais atrativas.

As taxas das fintechs são mais baixas e a experiência proporcionada ao público é superior, pois elas usam design thinking e outras metodologias aplicadas em startups. Isso torna os serviços mais intuitivos, ágeis, eficazes e disponíveis em plataformas virtuais, aplicativos para smartphones e sites. Trata-se de uma ótima opção, inclusive para consumidores que não são clientes dos bancos.

Quais são as categorias de fintechs?

Os modelos dessas startups que mais crescem são aqueles que ofertam empréstimos, serviços de pagamento e gerenciamento dos recursos. Saiba que há várias categorias de fintechs no mundo inteiro, entretanto, vamos analisar neste conteúdo apenas as modalidades de empresas brasileiras que estão atuando no setor das finanças.

Fintechs de pagamento

As fintechs de pagamento agilizam os processos relacionados ao comércio, compra e venda de mercadorias e algumas até oferecem máquinas de cartão de crédito gratuitamente para os empreendimentos. Elas estão entre as empresas que mais crescem no mercado, já que funcionam como bancos digitais e fornecem cartões sem anuidades e taxas. Entre elas estão a Tá Pago e a Nubank.

Fintechs de crédito

Fintechs de crédito auxiliam as solicitações de empréstimo que são feitos por meio da plataforma. Por meio de uma solução tecnológica o usuário faz, dentro de alguns segundos, uma análise e descobre se o cliente que fez o pedido tem ou não o perfil almejado. As suas taxas de juros são baixas se comparadas aos bancos tradicionais.

Crowdfunding

O crowdfunding é a modalidade de fintech que agiliza e facilita os processos de arrecadação de valores com finalidades específicas. A plataforma serve para financiar eventos culturais, novos empreendimentos ou uma causa social. Alguns exemplos de fintechs que funcionam como a conhecida “vaquinha” são: Kickante, Benfeitoria, Vakinha e Catarse.

Insurtech

As fintechs de seguros surgiram para auxiliar as pessoas que procuram seguros. Elas fazem o mapeamento dos preços das seguradoras e mostram as ofertas em poucos segundos. As insurtechs surgiram da união dos termos insurance, que significa seguro, e technology cuja tradução é tecnologia. As mais conhecidas são Bidu, Minuto Seguros e Thinkseg Group.

Controle financeiro

Fintechs de controle financeiro são empresas que foram criadas para ajudar no gerenciamento das finanças. As suas principais ferramentas são aplicativos, notificações, categorias, entre outras. Existe uma infinidade desses empreendimentos, sendo que os mais conhecidos são Vai Sobrar, ContaAzul e Guia de Bolso.

Qual é a importância da gestão contábil para fintechs?

A gestão contábil para fintechs é muito importante, pois o empreendedor deve acompanhar a inovação da empresa. Esse serviço atende as necessidades dessas empresas que também têm obrigações tributárias e trabalhistas. Por este motivo, muitos contadores se especializaram para acompanhar as expectativas dos empreendedores e fornecer soluções exclusivas.

No ano passado, houve um crescimento do número de fintechs no Brasil. Além dos modelos acima mencionados, surgiram empresas de backoffice, criptomoedas, serviços digitais, investimentos, fidelização, tecnologia, risco e compliance, planejamento de dívidas e muito mais. Cada segmento tem demandas contábeis diferenciadas devido às suas operações serem complexas.

Como funciona a contabilidade voltada para fintechs

A contabilidade para fintechs deve ter conhecimentos específicos para atender os desafios regulatórios, fiscais e legais desses empreendimentos. O contador precisa entender a realidade da empresa de inovação, acompanhar o ritmo acelerado dela e ficar atento as exigências do setor financeiro. Essas empresas obtém autorização do Banco Central do Brasil para as suas operações.

Quais são os principais serviços contábeis para fintechs

A contabilidade digital oferece serviços únicos aos seus clientes, pois apoia o planejamento tributário e financeiro das fintechs. Essas empresas precisam de contadores que as auxiliem nas projeções de orçamento, alterações contratuais, adequações à legislação etc. Os principais serviços contábeis para fintechs estão registrados abaixo!

Acompanhar regulações

Os profissionais especializados fazem o acompanhamento das regulações para estar ciente das mudanças legislativas. As fintechs estão em evolução e precisam fornecer dados relevantes aos investidores que podem decidir o seu futuro. A contabilidade digital faz análises contáveis e oferecem relatórios com insights, bem como orienta os empreendedores sobre argumentos relativos à sua performance.

Preparar para due diligence

Due diligence é o processo de investigação realizado pelos contadores para que a fintech consiga captar recursos. O profissional deverá informar se a empresa está preparada e avaliar os riscos das transações para assinalar a possibilidade de fazer a captação dos investimentos. É ele quem vai ajudar no preparo das documentações e cuidar das questões fiscais do negócio.

Monitoramento e implantação de inovações

O monitoramento de tendências e a implantação das inovações também são responsabilidade dos profissionais do ramo contábil. A contabilidade digital acompanha o ritmo das fintechs, as mudanças no setor e apontam as próximas transformações que já se tornaram visíveis. Ela auxilia os empreendedores a se tornarem mais independentes e seguros.

Entendeu a importância da contabilidade para fintechs? Os profissionais do segmento contábil são essenciais para manter a regularidade fiscal dessas empresas. Saiba que novas mudanças estão a caminho para abrir o mercado e favorecer essa categoria de negócios. A expectativa é o surgimento de um universo de possibilidades, mais descentralizado e democrático.

 


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se