Publicado em 20 de outubro de 2021

INFORMAÇÃO - Circunstâncias em que o INSS pode cancelar o pagamento do BPC

20/10/2021
Brasil
Jornal Contábil

O BPC (Benefício de Prestação Continuada) é destinado a idosos com 65 anos ou mais e a pessoas com deficiência (PCD).

 

Mesmo não sendo um benefício previdenciário, já que não exige um número mínimo de contribuições à Previdência Social, ele é distribuído pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

 

Mesmo sendo conhecido por conter muitas dificuldades relacionadas aos critérios de concessão e manutenção, este benefício é responsável por amparar milhares de famílias de baixa renda no país. 

Quem tem direito ao benefício?

O cidadão precisa estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e cumprir alguns requisitos:

 

O cumprimento da renda mínima estabelecida, que originalmente é de um quarto do salário mínimo (R$ 275), é essencial para a concessão do benefício.

 

Entretanto, este valor só permanecerá válido até o final de 2021 (dia 31 de dezembro).

No início do próximo ano, a renda mínima para concessão do benefício será de meio salário mínimo (R$ 550), o que também resulta no impedimento de famílias com renda equivalente ao valor-limite do benefício.

 

Doenças que concedem o BPC:

Mesmo que a idade mínima para concessão do BPC seja de 65 anos, esta condição unicamente, não é suficiente para ter acesso ao benefício.

 

Segundo o Governo Federal, o cidadão tem de se enquadrar em uma das doenças listadas para comprovar a necessidade de um auxílio financeiro.

 

O solicitante do benefício terá de passar por uma perícia médica, para comprovar a existência de alguma dessas doenças.

Benefício cancelado, qual o motivo?

Como já foi dito acima, tanto a concessão como a manutenção do benefício são realizadas de forma bastante cuidadosa, e na maioria das vezes o cancelamento dos pagamentos está relacionado a estes motivos:

 

Este procedimento de verificação e manutenção do benefício é conhecido como pente fino do INSS.

Realizado uma vez por ano, o procedimento verifica os critérios de elegibilidade, como mencionado acima, priorizando a análise de benefícios por incapacidade mantidos sem perícia médica por período superior a seis meses.

O foco do pente-fino é voltado para:

Mantenha seus dados cadastrais e documentos médicos atualizados para evitar surpresas como o cancelamento do benefício e confira abaixo a lista dos dados solicitados pelo INSS durante a fiscalização:

O segurado pode transmitir essas informações presencialmente, pelo site ou pelo aplicativo Meu INSS.

 

Para realizar o processo presencialmente, ele terá de fazer o agendamento pela Central de Atendimento do INSS pelo 135 e escolher a opção “Entrega de documentos por convocação”.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: 

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se