Publicado em 30 de abril de 2020

EMPRESARIAL - Controladoria contemporânea exige novo perfil dos profissionais

30/04/2020
Brasil
Contabeis

Nos próximos dez anos, o Brasil tem potencial de ter de 500 a 2 mil empresas abrindo capital e sendo listadas na B3 S.A., a nova Bolsa de Valores do Brasil. Esse cenário demanda que as companhias tenham profissionais de Controladoria cada vez mais preparados para atuarem além da verificação de números contábeis, tendo uma visão mais ampla e estratégica dos negócios.

“O novo profissional de Controladoria cria uma visão compartilhada do desempenho da empresa, integrando as áreas e trabalhando em conjunto para tomar decisões que beneficiem todos os setores”, explica Guy Cliquet, Coordenador Executivo da Pós-Graduação Lato Sensu do Insper.

Atento a esse novo cenário, o Insper acaba de lançar o Programa Avançado em Controladoria e Contabilidade (PACC). O novo curso, que terá início em outubro e duração de um ano e meio, é destinado a profissionais de Controladoria, Contabilidade, Crédito e Compliance que desejam ter uma visão global de como gerar e analisar informações financeiras que auxiliem nos processos decisórios da companhia.

“O mercado busca profissionais que possam extrair, dos indicadores contábeis-financeiros, subsídios que darão suporte para todas as áreas da empresa e que não tenham um olhar isolado dos números”, acrescenta Ricardo Humberto Rocha, professor de Finanças do Insper. “O controlador precisa ter uma visão mais estratégica do negócio e estar alinhado com as expectativas de crescimento da empresa”, avalia.

Inovação

O programa é inovador em relação ao que existe hoje no mercado e é o primeiro com foco em Controladoria no Brasil. Atualmente, os profissionais encontram apenas pós-graduações em Finanças que trazem aulas e conteúdos sobre o tema. Mas, nessa nova realidade, o setor de Controladoria percebeu a necessidade de se aproximar dos negócios, uma visão estratégica, não apenas estática. “Montamos um programa de ensino com um olhar nas novas necessidades desse profissional, trazendo uma Controladoria contemporânea, alinhada às exigências atuais”, destaca Rocha.

O programa forma profissionais que sejam capazes de atuar dentro de processos decisórios das empresas em parceria com as demais áreas de negócios da companhia. O curso foi estruturado em três pilares: Contabilidade Societária e Tributação; Contabilidade Gerencial; e Finanças. As aulas trazem conteúdos que darão aos Controladores base técnica e teórica para aplicar no dia a dia das organizações, como os mais novos e modernos modelos de controle de resultados, riscos e compliance, possibilitando uma participação mais estratégica da área nas tomadas de decisões das empresas.

“O curso prepara o profissional para entender melhor o desempenho da empresa. Além de técnicas e domínios da área financeira, contábeis e as funções do controlador, aborda também questões tributárias, capacitando os alunos a enxergarem diferentes alternativas”, diz Cliquet.

 

“Hoje, um bom profissional da área tem que ter uma visão macro do negócio. O colaborador responsável por fechar os números contábeis e financeiros precisa entender tanto da estratégia do negócio como de gestão de risco, além de compreender como a tributação e uma correta gestão tributária possibilita otimizar o resultado das empresas, permitindo um crescimento sustentável com impactos positivos na sociedade”, conclui Rocha.


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se