Publicado em 17 de junho de 2022

EMPREENDEDORISMO - Os 3 principais problemas que o perfeccionismo traz para o negócio

17/06/2022
Brasil
Revista PE&GN

A busca pela perfeição é algo bom, certo? Não exatamente. É claro que buscar o aprimoramento é essencial para a evolução do seu negócio, mas a mentalidade perfeccionista é paralisante e pode prejudicar seus projetos.

O site Entrepreneur explicou, em uma publicação, os três principais danos do perfeccionismo para os empreendedores. Veja quais são eles e como se livrar disso:

1. O perfeccionismo paralisa

Quando você se preocupa em ser perfeito, o receio de errar é paralisante. É comum que perfeccionistas sejam procrastinadores ou medrosos ao se lançarem em projetos novos. No campo mental, a perfeição existe, mas, na prática, é impossível alcançá-la o tempo todo.

Há um ditado que diz: "Feito é melhor do que perfeito". Por isso, a dica para lidar com o bloqueio que o perfeccionismo gera é colocar a mão na massa, sem se importar tanto com erros ou imperfeições.

Além disso, torne-se mais consciente de como você se comporta quando sente a pressão da perfeição. Você dispara tarefas para sua equipe sem pensar nelas? Você se esconde em seu escritório e ignora as ligações dos familiares e amigos até que as tarefas sejam finalizadas? Percebendo esses gestos, tome atitudes para flexibilizar esses passos inconscientes.

Depois, veja o que funcionou e o que não deu certo. Cometa erros e aprenda ativamente com eles, criando um plano para melhorar, sem pressão mental.

2. O perfeccionismo sobrecarrega

Se você é um perfeccionista orgulhoso da característica, provavelmente acredita que ninguém pode executar as tarefas tão bem quanto você. Com isso, fica sobrecarregado de obrigações, o que gera exaustão e, por consequência, má gestão do seu negócio.

Quando sentir que está sobrecarregado, pense se a tarefa é realmente necessária para você ou se ela pode ser delegada para um funcionário, por exemplo. Abrir mão da perfeição em prol do bem-estar pessoal e dos negócios vale a pena. Concentre-se em questões de alta prioridade e importância em seu negócio e aprenda a deixar de lado o resto. Isso vai otimizar os resultados.

3. O perfeccionismo impede o crescimento

Quando finge que tem tudo sob controle, o empreendedor se priva de novas oportunidades e ideias, tornando-se resistente à mudança e não saindo da sua zona de conforto.

Paradoxalmente, admitir e lidar com os erros demonstra uma autoconfiança maior do que quando você se fecha no comportamento perfeccionista. No fim das contas, os erros não importam tanto quanto o modo como se lida com eles. Você entra em frenesi? Se culpa? Culpa os funcionários? Explode?  É possível lidar com a frustração sem toda essa negatividade.

Reconheça o erro, perdoe-se, entenda a lição a ser aprendida e assuma a responsabilidade de consertar o que deu errado. Essa flexibilidade vai te permitir se abrir para visões novas, gerando crescimento para seu negócio.


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se