Publicado em 19 de julho de 2021

EMPREENDEDORISMO - 5 dicas para começar um negócio sem dinheiro

19/07/2021
Brasil
Revista PEGN

Durante a pandemia, muitas pessoas decidiram se arriscar no empreendedorismo. O Ministério da Economia aponta que 1,392 milhão de empresas foram abertas apenas nos quatro primeiros meses de 2021, um crescimento de 17,3% em relação ao período de setembro a dezembro de 2020. Entre as novatas, 1,173 milhão eram microempresas - uma alta de 20,8% em relação ao quadrimestre anterior.

Ao começar um negócio, muitos se deparam com o mesmo dilema: como fazer a operação funcionar, sem fazer grandes investimentos? Para ajudar a responder essa pergunta, a Entrepreuner listou os cinco passos para quem quer abrir uma empresa com poucos recursos financeiros.

Confira cinco dicas para começar o seu negócio sem dinheiro:

1 - Mantenha o emprego, se possível

Para algumas pessoas, empreender significa investir todo o seu tempo e esforço na empresa. É verdade que é necessário muita dedicação e horas de trabalho. Entretanto, caso tenha um emprego, não é preciso (ao menos inicialmente) deixar a sua ocupação principal. É interessante iniciar aos poucos para entender como será a recepção à empresa, a demanda por produtos e  o crescimento da marca.

2 - Escolha um setor com o qual tenha afinidade

Se você não tem dinheiro para abrir a empresa, a solução é investir tempo e energia nela. Para começar, decida em qual setor quer atuar. A pergunta aqui não é: "Qual o melhor setor para ganhar dinheiro?". A pergunta é: "Quais são os setores em que eu já tenho habilidades e conhecimento, e como posso ganhar dinheiro com esses setores?"

3 - Faça tudo em casa

Todos os dias, PEGN traz diversas histórias de empreendedores que deram os primeiros passos  de um pequeno cômodo na própria casa. Não só é possível, como também é mais barato - há uma economia com luz, água, energia e aluguel do espaço. Definidos os objetivos e produtos, faça um site em plataformas gratuitas ou de baixo custo e utilize as redes sociais para vender seu produto ou serviço. Pode ser interessante fazer um disparo inicial para os amigos mais próximos, com o objetivo de testar a experiência dos consumidores.

Canais como Facebook, Instagram e o WhatsApp (use a conta negócio!) podem ajudar a chegar no consumidor. Uma simples lista com os preços das opções de produtos e serviços disponíveis, assim como respostas automáticas para as primeiras interações com o cliente, facilitam na hora da venda.

4 - Lance, teste, refaça

Os primeiros meses do negócio devem servir para testar o que funciona, o que precisa ser descartado e o que deve ser aprimorado. São os clientes que vão indicar o melhor caminho para chegar ao lucro: eles vão dizer se o seu produto funciona, que outros produtos gostariam que produzisse, quais são suas necessidades mais urgentes. Com esses dados em mãos, você poderá fazer novas pesquisas e chegar no produto ou serviço com maior potencial de sucesso. Daí será a hora de esquematizar processos e operações, para levar o seu produto ao cliente da melhor maneira possível.

5 - Prepare o crescimento

Assim que a empresa começar a caminhar com as próprias pernas, você verá que terá mais tempo livre para pensar estrategicamente. Ao delegar tarefas e se livrar do dia a dia do negócio, será possível ter ideias criativas para atrair novos clientes, desenvolver projetos mais ambiciosos e pensar em outras frentes de trabalho. Caso o negócio já esteja dando lucro, você poderá usar parte desse dinheiro para investir na expansão, levando seu produto ou serviço a novos mercados. E talvez até consiga atrair a atenção de um investidor, disposto a fazer um aporte na sua empresa.

 
 
 
 

Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se