Publicado em 14 de novembro de 2018

ECONOMIA - IGP-10 recua 0,16% em novembro e tem primeira queda em pouco mais de 1 ano, diz FGV

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) recuou 0,16 por cento em novembro, registrando a primeira deflação em pouco mais de um ano diante da queda dos preços de soja, milho e aves no atacado, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.

Depois de um avanço de 1,43 por cento em outubro, o resultado do índice em novembro ficou praticamente em linha com a expectativa em pesquisa da Reuters de recuo de 0,14 por cento, mostrando a primeira queda do índice desde agosto de 2017.

Em novembro, o Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, teve queda de 0,37 por cento, depois de avançar 1,92 por cento em outubro.

No IPA, as Matérias-Primas Brutas recuaram 1,68 por cento, depois de um avanço de 1,65 por cento no mês anterior. Contribuíram para esse resultado as quedas de 5,64 por cento nos preços da soja em grão, de 8,95 por cento no milho em grão e de 2,49 por cento das aves.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30 por cento do índice geral, mostrou que a pressão ficou menor em novembro com a desaceleração da alta a 0,29 por cento, ante 0,52 por cento em outubro.

O destaque ficou para o grupo Transportes, com avanço dos preços de 0,33 por cento no período, depois de um aumento de 1,43 por cento no levantamento anterior, influenciado pelo item gasolina.

O Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10), por sua vez, também apresentou uma desaceleração a 0,27 por cento em novembro, depois de avançar 0,31 por cento no mês anterior.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Fonte: DCI


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se