Publicado em 04 de fevereiro de 2019

ECONOMIA - Como fazer um planejamento financeiro para morar no exterior?

A busca por novas experiências no exterior, seja na vida profissional ou pessoal, faz parte do sonho da maior parte das pessoas. Para àqueles que estão tirando esse desejo do papel, primeiramente, é preciso planejar tudo para que não tenha surpresas. Confira abaixo um passo a passo feito pela Reserva de Emergência que explica direitinho como montar um planejamento para morar no exterior.

Escolher o país / cidade
É muito importante ao escolher um país você levar alguns fatores em consideração:

 

Clima
Cultura
Situação Econômica
Taxa de desemprego
Leis acessíveis para visto e imigração


Pedir o visto
Você deverá pesquisar os documentos exigidos para morar no país desejado e escolher um tipo de visto.

Fazer um Seguro Saúde
Em alguns países é necessário ter um seguro de saúde internacional para conseguir o visto de imigrante.

Definir a data
O dia da mudança não será você que vai definir e sim a junção de vários fatores.

1. O visto ficar pronto (por volta de 3 meses)
2. Você juntar dinheiro para a mudança

Trocar a moeda
O ideal é você trocar a moeda com calma, acompanhando a cotação para trocá-la quando estiver mais baixa possível.

Desligue-se da sua empresa
Se você tem CERTEZA de que vai se mudar, avise com antecedência para cumprir o período da rescisão de contrato.

Orçamento
Agora você precisa calcular quanto essa mudança vai custar, para se preparar financeiramente e saber quando consegue viajar.

Custo para a mudança!
Passagens aéreas
Visto e documentos
Aluguel 1º mês (Airbnb)
Caução aluguel
Aluguel (5 meses)
Contas básicas (5 meses)
Comida (6 meses)
Transporte (6 meses)

Você precisa pesquisar muito sobre o custo de vida no país que você vai viver, para fazer as contas corretamente.

Comprar as passagens
Compre as passagens com antecedência e preste atenção nas promoções.

Reservar uma casa (Airbnb)
Assim você chega tranquilo e tem tempo de pesquisar por uma casa fixa.

Alugue seu apartamento
Se você tem um imóvel próprio, encontre uma imobiliária de confiança para alugá-lo.

Venda o que não for levar
O ideal é vender antes da viagem itens como carro e eletrodomésticos.

Chegada e adaptação
Muitos países exigem que os imigrantes se apresentem para formalizar sua chegada. Se for seu caso, trate dos documentos o mais rápido possível.

Por fim, abra uma conta no banco e desfrute dos encantos de seu novo lar!

Fonte: Jornal Contábil


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se