Publicado em 04 de novembro de 2020

ECONOMIA - 3 pilares para uma gestão financeira eficiente

04/11/2020
Brasil
Blog Conta Azul

Uma das habilidades dos empreendedores é ser multitarefa mas, muitas vezes, para o  sucesso da empresa, a delegação de algumas atividades garante a eficiência e a eficácia. 

Terceirizar, em alguns casos, traz economia de tempo e maiores resultados, uma vez  que certas operações não são o foco principal da empresa, como por exemplo marketing e algumas atividades administrativas ou comerciais. 

Mas o grande sucesso de uma empresa, principalmente de pequeno e médio porte, é o total domínio da responsabilidade financeira. 

Quando você busca a terceirização, mesmo que internamente, delegando para um  colaborador ou uma pessoa de confiança, sem sua participação no processo e passa a  não se importar com as análises geradas, isso pode resultar em consequências  catastróficas. 

Temos vários casos muito bem sucedidos de terceirização e, para inúmeras empresas, esse pode ser o melhor caminho. Por exemplo, a terceirização da área contábil é um grande sucesso, quando conta com profissional qualificado que orienta no controle tributário, trabalhista e obrigações acessórias. 

Meu alerta é quando você depende do terceirizado para orientar e informar qual  é a saúde financeira da sua empresa. 

Desta forma, destacamos 3 pilares para uma gestão financeira eficiente. Veja abaixo:

1. Conheça sua empresa como ninguém

Por mais que você contrate um especialista, ninguém conhece as particularidades da  sua empresa como você. Talvez você não tenha as técnicas ou estudos aprofundados de  análise, mas você tem o domínio do seu negócio.  

Você sabe como seu cliente gosta de ser atendido, as melhores formas de pagamentos  para o seu segmento, seu preço ideal, o que o mercado pratica e inúmeras outras  informações. 

Tudo isso levou você ao patamar que está hoje. É evidente que conselhos e opiniões  podem ser escutados, analisados, testados, mas o tomador de decisão deve ser você!  Você é o responsável e precisa compreender todos os processos e números.

2. Controle seus números e processos 

O controle das informações é peça-chave para o sucesso da empresa. Por isso, empresas  de pequeno e médio porte precisam de processos e controle financeiro tão rigorosos  quanto grandes empresas, garantindo assim uma administração adequada, evitando  fraudes, desvios e principalmente a falta de fluxo de caixa. 

Nem é preciso dizer que ter um sistema ERP já garante uma boa parte deste controle. 

A Conta Azul Pro existe para isso: para levar às pequenas empresas mais organização, controle e tempo (para buscar o sucesso). Na plataforma, o dono do negócio assume  controle gerencial, fiscal e financeiro da empresa, além de poder trabalhar integrado ao  contador, com tudo conectado para a gerir sua empresa. 

Controle diariamente sua entrada e saída de caixa, faça as conciliações corretamente  (não existe processo mais eficiente para verificar se está faltando informações) e  acompanhe seus resultados nos dashboards disponíveis.  

Verifique sempre se os números estão corretos, principalmente se estiverem sido  alimentados por um colaborador ou terceiro. 

3. Tome decisões embasado em números 

Não existe mais a possibilidade de você estar no século XXI e querer tomar decisões de  forma empírica. 

Quando se tem, por meio de controles, números da realidade da empresa, suas tomadas  de decisões são mais eficazes e inteligentes, uma vez que é possível identificar mais facilmente o resultado financeiro dessas ações, direta ou indiretamente. 

Tendo a compreensão dos números financeiros, você consegue de forma mais clara  enxergar o que está impactando no lucro.  

Já teve aquela sensação de ter uma crescente de faturamento, mas não ter lucro? Ou  faltar caixa? 

Sem números corretos e análises adequadas, as decisões normalmente são tomadas  pelo impulso e sentimentos, e não estrategicamente. 

Análises como margem de contribuição, ponto de equilíbrio, fluxo de caixa, curva ABC  de clientes e produtos, indicadores financeiros, formação de preço, tendências de  despesas, acompanhamento de metas, são apenas algumas que toda empresa deve monitorar  mensalmente. 

Onde você deseja estar: tomando uma decisão baseada em uma análise com números  errados ou ter a certeza de que aquela decisão é a mais correta para o período e que  gerará maior lucratividade? 

Por isso, esses três pilares, quando colocados em prática, transformam de forma simples  uma gestão baseada no “achismo” em uma gestão estratégica, onde você toma as  rédeas do seu negócio, controla seus processos e usa esses números a favor de sua  gestão. 


Receba nossa newsletter Fique sempre bem informado com a nossa newsletter!

Cadastre-se