Notícias Empresariais

Tweet

Governo de SP propõe aumentar salário mínimo estadual de R$ 810 para R$ 905

O governador Geraldo Alckmin enviou projeto de lei para a Assembleia Legislativa de São Paulo propondo o aumento do salário mínimo no Estado dos atuais R$ 810 para R$ 905, a partir de 2015, num aumento de 11,7%.



O projeto foi enviado em regime de urgência e, segundo o governador, deve passar a valer a partir de 1º de janeiro, caso seja aprovado pelos deputados.



A expectativa é que a medida beneficie 8 milhões de pessoas, segundo o governo de São Paulo.



Atualmente, o piso salarial é dividido em três faixas (R$ 810, R$ 820 e R$ 835), de acordo com a profissão. Com a nova lei, passaria a ter apenas duas faixas, uma de R$ 905 e a outra de R$ 920.



A relação de ocupações pertencentes a cada faixa pode ser vista na página http://zip.net/bjqkHR.



O salário mínimo estadual é definido para categorias da iniciativa privada que não têm mínimo aprovado por lei federal, acordo ou convenção coletiva.


[ voltar a listagem de notícias ]