Notícias Empresariais

Tweet

e-Fecomércio incentiva criação de lojas on-line

O comércio eletrônico deve movimentar no Brasil R$ 43 bilhões em 2015. E é para ajudar as empresas gaúchas a fazerem parte desse jogo que a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS) lança um novo serviço no próximo dia 26 de março, durante o Fórum Estadual de Gestão, que acontece em Porto Alegre.





O e-Fecomércio é uma ferramenta que permite a criação de lojas virtuais personalizadas e foi desenvolvida em parceria com a Traycommerce, pertencente ao grupo Locaweb. A configuração da loja virtual é 100% personalizável, permitindo que as companhias tenham acesso de forma intuitiva a todas as informações necessárias para a produção do layout de sua página. A plataforma permite a descrição dos produtos por meio de textos, fotos e vídeos.





São quatro opções de planos, de acordo com o volume de produtos ofertados - o mais simples deles, para 300 produtos, custa ?R$ 79,00 por mês. Empresários de todos os ramos, portes e segmentos poderão aderir. O presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, comenta que o e-commerce tem sido um fantasma para muitos empresários que têm apenas uma operação física e temem entrar no mundo da internet por considerarem que é algo muito complexo e caro. "O que fizemos foi facilitar a adesão ao oferecer uma plataforma confiável e fácil de administrar", diz. Segundo ele, além de ter um custo acessível, a plataforma é pré-pronta e, assim, permite a criação da loja virtual de forma fácil, sem a necessidade de conhecimentos aprofundados em tecnologia.





Além da operação de loja virtual, o dirigente acredita que a presença na web é importante também porque as pessoas, mesmo que optem por comprar em um ponto de venda físico, cada vez mais pesquisam preços e características dos produtos na internet antes de efetuar a compra.





Porto Alegre ganha aplicativo para a defesa do consumidor





Um aplicativo é o novo aliado dos consumidores de Porto Alegre na defesa dos seus direitos. Foi lançado ontem o Procon App, que permitirá que as pessoas monitorem o encaminhamento de denúncias para as equipes de fiscalização e tenham acesso a informações e serviços. Disponível para iOS e Android, o app traz uma lista com as perguntas mais frequentes feitas ao Procon e ranking de empresas mais reclamadas. A iniciativa é da prefeitura da capital gaúcha, por meio do Procon Municipal, do POA digital e da Procempa.





Para o diretor executivo do Procon Porto Alegre, Cauê Vieira, o aplicativo vai estimular a população a buscar seus direitos, denunciando empresas que desrespeitam os consumidores.



Texto confeccionado por: Patricia Knebel


[ voltar a listagem de notícias ]