Notícias Empresariais

Tweet

Como tornar seu escritório de contabilidade sustentável?

O que há algum tempo era diferencial ou uma ação para se destacar no mercado, hoje é necessidade: a criação de um escritório de contabilidade sustentável. Essa mudança de visão e de vida empresarial, além de promover o surgimento de um ambiente de acordo com a necessidade ecológica contemporânea, promoverá economia para o escritório e, no fim do mês, resultará em uma redução alta de custos.





Confira algumas dicas de sustentabilidade, economia de recursos e boas práticas para evitar o desperdício no seu escritório contábil:





Comunicação





Tenha uma clara comunicação com colaboradores e funcionários sobre a importância da criação de um escritório de contabilidade sustentável. A mudança não pode surgir de “cima para baixo”. Deve haver um bom diálogo entre todos os envolvidos para a produção desse ambiente e dessa colaboração.





Além disso, é excelente trabalhar esse conceito nas redes sociais da empresa, com lembretes, e-mails e sempre alimentando os envolvidos com novidades e as vantagens em aderir à mudança.





Cultura





Tão fundamental como a comunicação — que é o primeiro passo — é o desenvolvimento de uma cultura na empresa, para que a mudança se torne algo natural. As dificuldades do início, já que toda a novidade é complicada, serão sanadas com o tempo. Assim, os funcionários não tratarão isso como mais um “serviço” ou “demanda”, mas uma inclusão tranquila e eficiente no cotidiano do trabalho.





Economia





Depois do alinhamento das ideias e dos ideais, começa-se a mudança prática: é importante substituir as lâmpadas tradicionais por LED ou fluorescentes. A primeira opção, por mais que custe caro, deve ser a escolhida por durar e iluminar muito mais que a fluorescente. Somado a isso está a economia, que é maior, chegando a levar anos sem precisar trocá-las.





Também é importante eliminar o copo descartável, inclusive para visitantes e clientes. Tanto a água quanto cafés e chás devem ser servidos em copo e xícaras de vidro. Além disso, o funcionário deve manter os mesmos copos do início até o fim do expediente, nada de trocar por outros limpos cada vez que sujar. Uma boa ideia é encorajar seus colaboradores a levarem suas próprias canecas ou garrafinhas.





Com a inclusão maciça da tecnologia, imaginava-se que automaticamente um escritório mais sustentável surgiria. Mas não foi bem assim! Mais papel está sendo utilizado no cotidiano do escritório, principalmente na impressão. O ideal é reutilizar o quanto puder os papéis, para que esse recurso seja otimizado ao máximo — além de diminuir custos.





Apontado como um dos culpados da atual situação energética do Brasil, o ar-condicionado deve ser usado com consciência, senão será dinheiro jogado fora, literalmente. Ao comprá-lo, veja se o equipamento tem a etiqueta que aponta economia de energia e, mesmo adquirindo essa sinalização, não deixe-o ligado o tempo todo. Preserve o ambiente fechado e deixe ligado por algumas horas, depois desligue e abra as janelas para que o ar circule.





Estrutura





Se o foco da empresa for adotar boas práticas para deixar o escritório de contabilidade sustentável, incentive também os hábitos dos seus colaboradores. É interessante, por exemplo, investir na criação de um vestiário para ajudar os funcionários que optam por ir ao trabalho de bicicleta — deixando o carro e a moto de lado.





A utilização de energia solar também é o ideal. Somado a economia da energia geral, é uma forma que não causa poluição e é muito eficiente. Cabe o escritório definir como e em que nível quer ser sustentável para, além de se destacar no mercado, ter uma redução de custos imensa.


[ voltar a listagem de notícias ]