Notícias Empresariais

Tweet

Calculadora auxilia representantes comerciais a simular adesão ao Simples Nacional

Com prazo até 30 de janeiro de 2015 para optar ou não pelo Simples Nacional, os representantes comerciais precisam calcular se a modalidade não sairá mais cara do que o regime do lucro presumido. Para isso, a startup Meus Pedidos, de Joinville (SC), que desenvolve aplicativo de gestão comercial, disponibiliza uma calculadora online que pode ser consultada gratuitamente pelos profissionais no site. O uso da ferramenta é simples, são apenas seis passos para concluir qual a melhor opção para a empresa.





A previsão é essencial, porque para grande parte dos representantes comerciais o Simples é mais dispendioso. No entanto, existem algumas exceções em que o regime pode ser vantajoso. Os requisitos para poder optar pelo Simples são faturamento anual máximo de R$ 3,6 milhões e não estar em débito com entes federativos.





Os tributos sob a abrangência do Simples são: Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ); Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL); Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS); Contribuição para o PIS/PASEP; Contribuição Patronal Previdenciária (CPP) e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).





A opção deverá ser realizada até o último dia útil de janeiro de 2015 (dia 30), através da internet no Portal do Simples Nacional.


[ voltar a listagem de notícias ]