Notícias Empresariais

Tweet

Revista impessoal e genérica não gera danos morais à funcionário

Um trabalhador ingressou com reclamação trabalhista, alegando ter sofrido constrangimento e humilhação em revista realizada pela empregadora, pleiteando, por conseguinte, indenização por danos morais.



Contudo, após análise probatória, o magistrado da 46ª vara do Trabalho de Belo Horizonte não vislumbrou qualquer abuso no procedimento adotado pela reclamada, indeferido o pedido de indenização.



Inconformado, o reclamante recorreu ao TRT da 3ª Região, mas o Tribunal manteve a decisão de primeira instância.



De acordo com o acórdão “Pelo que se infere dos depoimentos pessoal do reclamante e das três testemunhas ouvidas, a revista pessoal era realizada de forma impessoal e genérica, ou seja, diariamente e em todos os empregados da ré, sem distinção. A revista também era realizada no início ou final da jornada, de modo a não atrapalhar as atividades laborais dos empregados, nem constrangê-los diante dos demais colegas.”



Processo relacionado: 0010966-24.2015.5.03.0184.


[ voltar a listagem de notícias ]