Notícias Empresariais

Tweet

Multas obrigam profissionalização da Contabilidade

Mais de 65% das pequenas e médias empresas – PMEs brasileiras não recebem qualquer tipo de relatório ou consultoria de seu contador. É o que revela uma pesquisa recente divulgada pela consultoria Nibo, cujo objetivo é ajudar pessoas jurídicas a organizarem suas finanças e conectarem com seus contadores. O estudo aponta ainda que uma em cada três companhias já pagaram multas por conta da má comunicação com o serviço externo de contabilidade.



Mais de 20% das PMEs afirmaram que podem trocar de contador nos próximos seis meses. Uma das razões pode ser explicada pela ausência da proximidade entre o prestador de serviço e o gestor do negócio, independente do tamanho da companhia. Segundo o levantamento, 70% das organizações com menos de 50 funcionários não recebem qualquer tipo de relatório financeiro. Em entrevista a Revista Dedução, a vice-presidente de Marketing da Nibo, Sabrina Gallier, a falta de gestão estratégica é um dos principais entraves para o desenvolvimento das PMEs que devem buscar a melhora da comunicação com o setor contábil, sobretudo quando contam com terceiros para esse serviço.  



Como o levantamento foi realizado?



Para realizar o estudo, o Nibo ouviu cerca de 300 gestores de pequenas e médias empresas espalhadas por todo o território nacional. As companhias que responderam a pesquisa com mais de 20 questões relacionadas à gestão financeira possuíam de um a mais de 100 colabores em seus quadros.  



A pesquisa aponta que 67% das empresas não recebem nenhum relatório contábil de seu contador. Qual é sua opinião a respeito deste fato?



Com certeza é um fato que atrapalha – e muito – o desenvolvimento dos negócios. Em qualquer empresa, quanto mais dados para tomar decisões, melhor, como por exemplo, a hora certa para se fazer investimentos; o melhor financiamento para um projeto, entre outros. Todavia, para que os contadores consigam elaborar um relatório de qualidade, é fundamental que as empresas transmitam dados corretos. Inclusive, dois pontos chamam muita atenção nesse levantamento: a desorganização das empresas e o impacto negativo que isso gera em toda a contabilidade. Além disso, a pesquisa revela que empresas com mais de 50 colaboradores também registram ausência de relatórios, com um índice de 47% de respostas afirmativas. Do total de entrevistados, mais da metade afirmou não gostar do trabalho de seu contador.  



Como está hoje a comunicação das PMEs com o setor contábil?



Na maioria das vezes, essa comunicação é bastante precária. A empresa que não prioriza a organização financeira envia dados parciais ou de baixa qualidade ao contador. Em retorno, o contador, que não consegue fazer milagres, também deixa de efetuar um trabalho de excelência.  



Qual é o papel da Contabilidade para o sucesso da empresa?



Quando a Contabilidade está em ordem, o contador pode finalmente focar no que agrega valor: uma análise contábil e uma consultoria apropriada. Isso gera maior qualidade de informação para o empresário tomar decisões apropriadas.  



Como deve ser feita uma adequada gestão financeira estratégica?



A gestão estratégica apropriada deve focar em três elementos básicos: processos, ferramentas e pessoas. Em processos, a empresa deve criar rotinas e uma metodologia consistente, as quais sejam entendidas e respeitadas por todos na empresa. Em ferramentas, é fundamental obter ajuda tecnológica, uma vez que a tecnologia certa trará maior produtividade para o departamento. E, por último, pessoas: neste quesito, é importante observar se os empregados estão em suas funções adequadas. Acredito que todos têm um papel importante na saúde financeira de uma organização. Por exemplo, ter pessoas de vários departamentos contribuindo com ideias para aumentar a receita em um mês fraco pode ser fundamental.  



Em sua opinião, qual é a melhor escolha para as PMEs: a contabilidade própria ou terceirizada?



Os dois casos podem ser adequados. O que influenciará na decisão é a empresa. Costumamos dizer que se a empresa não tem capacidade de fazer o trabalho bem feito, isto é, contratar um bom contador, o ideal é terceirizar. 







Texto confeccionado por: Danielle Ruas


[ voltar a listagem de notícias ]