Notícias Empresariais

Tweet

Governo já admite pior queda de PIB e maior inflação

O GOVERNO FEDERAL PREVÊ, PARA ESTE ANO, UMA QUEDA MAIOR DO PIB (PRODUTO INTERNO BRUTO, SOMA DOS BENS E RIQUEZAS PRODUZIDOS EM UM PAÍ;S) DO QUE ANTERIORMENTE. EM LUGAR DA RETRAÇÃO DE 1,49%, A EQUIPE ECONÔMICA TRABALHA COM UMA POSSÍ;VEL CONTRAÇÃO DE 2,44%. A PREVISÃO DE INFLAÇÃO PARA 2015 TAMBÉM FOI ALTERADA DE 9% PARA 9,29%.



As mudanças estão no Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas do quarto bimestre, divulgado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O relatório, publicado a cada dois meses, traz atualização das previsões de arrecadação, gastos e metas do governo, além de revisão das projeções para os principais indicadores econômicos.



O documento é encaminhado ao Congresso Nacional e passa a servir de base para o acompanhamento da execução do Orçamento.



As projeções do mercado financeiro para os indicadores econômicos em 2015 são mais pessimistas que as do governo. Analistas e investidores preveem queda de 2,7% do PIB e inflação em 9,34% ao fim deste ano.



As previsões estão no mais recente boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central junto a instituições financeiras do país.


[ voltar a listagem de notícias ]