Notícias Empresariais

Tweet

Norma disciplina acompanhamento Especial e Diferenciado para empresas no ano de 2017

A Receita Federal publicou semana passada a Portaria RFB nº 1.714/2016, que estabelece parâmetros para indicação das pessoas jurídicas a serem submetidas ao acompanhamento econômico-tributário diferenciado e especial no ano de 2017.



De acordo com a Portaria, deverão ser indicadas, para o acompanhamento diferenciado a ser realizado no ano de 2017, as pessoas jurídicas:



a) cuja receita bruta anual informada na ECF do ano-calendário de 2015 tenha sido superior a R$ 180.000.000,00 (cento e oitenta milhões de reais);



b) cujos débitos informados nas DCTF relativas ao ano-calendário de 2015 tenham sido superiores a R$ 18.000.000,00 (dezoito milhões de reais);



d) cuja massa salarial informada nas GFIP relativas ao ano-calendário de 2015 tenha sido superior a R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais); ou



e) cujos débitos informados nas GFIP relativas ao ano-calendário de 2015 tenham sido superiores a R$ 18.000.000,00 (dezoito milhões de reais).



Por outro lado, estarão sujeitas ao acompanhamento especial a ser realizado no ano de 2017, as pessoas jurídicas:



a) cuja receita bruta anual informada na ECF do ano-calendário de 2015 tenha sido superior a R$ 1.100.000.000,00 (um bilhão e cem milhões de reais);



b) cujos débitos informados nas DCTF relativas ao ano-calendário de 2015 tenham sido superiores a R$ 110.000.000,00 (cento e dez milhões de reais);



c) cuja massa salarial informada nas GFIP relativas ao ano-calendário de 2015 tenha sido superior a R$ 145.000.000,00 (cento e quarenta e cinco milhões de reais); ou



d) cujos débitos informados nas GFIP relativas ao ano-calendário de 2015 tenham sido superiores a R$ 50.000.000,00 (cinquenta milhões de reais).


[ voltar a listagem de notícias ]