Notícias Empresariais

Tweet

IR 2016: Após reclamações, Receita faz melhorias no aplicativo de celular

A Receita Federal promoveu mudanças no aplicativo usado para enviar a declaração de Imposto de Renda de 2016 por dispositivos móveis, como celular ou tablet.



O sistema foi aperfeiçoado depois que contribuintes registraram, na internet, reclamações sobre a ferramenta. A principal queixa se referia à dificuldade de transmitir a declaração pelo aplicativo.



O app IRPF está disponível na lojas Google Play, para o sistema operacional Android, ou App Store, para o sistema operacional iOS.



Nem todo mundo pode fazer a declaração por meio dele. Quem teve ganhos de capital na venda de bens, como imóveis e carros, ou lucrou em operações na Bolsa, por exemplo, não pode. Para saber outras limitações na declaração de IR por celular, clique aqui.



Também existem restrições nas suas funcionalidades. Diferentemente do programa de IR que o contribuinte baixa no computador, o aplicativo não salva a declaração automaticamente após a transmissão, por exemplo. O próprio usuário deve fazer uma cópia.





Reclamações de usuários



Antes da correção, o UOL constatou várias reclamações de usuários nas lojas Google Play e App Store. Veja algumas:



- "Perfeito até chegar ao mais importante, que é transmitir a declaração! Dá erro, não envia e ainda culpa a internet. Há dias tentando enviar, sem sucesso" (App Store)



-  "Pensa num programa ruim... e multiplica! Prefira fazer no PC" (App Store)



- "O mais importante não faz: não está enviando" (Google Play)



-  "Muito ruim. Encerra sozinho e não salva os dados" (Google Play)



- "Toda vez que tento enviar a minha declaração, dá erro na rede" (Google Play)





Melhorias no sistema



Em nota, a Receita Federal disse que o problema ocorreu na "arquitetura" do serviço para dispositivos móveis.



O órgão afirmou que, na quinta-feira da semana passada (17), promoveu melhorias no sistema, instalando novas máquinas, e melhorando a memória das já existentes e as configurações dos servidores.



"A situação atual é de normalidade", disse a Receita, que informou que, na própria quinta, 208 declarações foram enviadas pelo aplicativo.





Novas falhas



Na última sexta-feira (18), porém, depois que as mudanças já haviam sido feitas, a reportagem testou o aplicativo no sistema Android e constatou lentidão; em alguns períodos do dia, aparecia a mensagem "O ambiente está indisponível no momento. Tente novamente mais tarde".



Segundo a Receita, não houve mais relatos de problemas e a ocorrência registrada pela reportagem pode ter sido causada por "indisponibilidade momentânea de acesso do seu dispositivo ao serviço".



Segundo o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, 50 mil pessoas enviaram a declaração de IR no ano passado por tablet e celular, um número pequeno diante dos 27,9 milhões de documentos entregues à Receita.


[ voltar a listagem de notícias ]