Notícias Empresariais

Tweet

Taxa de juros Selic é mantida

O Comitê de Política Monetária – Copom decidiu nessa quarta-feira pela manutenção da taxa de juros Selic no percentual de 14,25% ao ano.



A decisão não foi unânime, sendo a manutenção vencida por 6 votos a 2, havendo, portanto, dois diretores do Banco Central que votaram para a elevação da taxa, a fim de ajustar imediatamente as condições monetárias.



A taxa Selic é utilizada nas transações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve também de referência para outras taxas de juros da economia. Se o Banco Central decide aumentá-la, o crédito é encarecido e a poupança é estimulada, segurando, dessa forma, o controle da inflação; por outro lado, se os juros básicos são reduzidos, o crédito é barateado, o que estimula a produção e o consumo.



Confira, o comunicado do Copom a respeito da decisão:



“​Avaliando o cenário macroeconômico, as perspectivas para a inflação e o atual balanço de riscos, e considerando as incertezas domésticas e, principalmente, externas, o Copom decidiu manter a taxa Selic em 14,25% a.a., sem viés, por seis votos a favor e dois votos pela elevação da taxa Selic em 0,50 p.p.Votaram pela manutenção da taxa Selic em 14,25% a.a. os seguintes membros do Comitê: Alexandre Antonio Tombini (Presidente), Aldo Luiz Mendes, Altamir Lopes, Anthero de Moraes Meirelles, Luiz Edson Feltrim e Otávio Ribeiro Damaso. Votaram pela elevação da taxa Selic para 14,75% a.a. os seguintes membros do Comitê: Sidnei Corrêa Marques e Tony Volpon.”


[ voltar a listagem de notícias ]