Notícias Empresariais

Tweet

5 erros que um contador não pode cometer

O papel da contabilidade é essencial para a saúde financeira de pessoas físicas e jurídicas. O contador tem diversas atribuições importantes e quando atua com maestria é extremamente útil nos mais variados aspectos.



No entanto, o oposto também pode ocorrer. Existem algumas falhas que, quando cometidas, podem comprometer severamente não só as análises e a demonstração contábil, mas também as próprias decisões tomadas pela gestão.



Quer descobrir os 5 erros fatais que um contador não pode cometer? Confira atentamente o post de hoje:



Lançar valores errados



A pressa em fazer a demonstração contábil pode ser determinante para que o contador lance valores erroneamente. Isso impacta, além da própria demonstração, em diversos processos e relatórios fundamentais para o funcionamento de qualquer empreendimento, como o demonstrativo de resultados e osbalanços patrimoniais.



A realização de conferências mensais, por exemplo, pode reduzir esse tipo de situação, mas é imprescindível que o profissional de contabilidade redobre a atenção na hora de fazer os lançamentos.



Desatualização do contador



A desatualização é outra questão que pode levar a erros do contador. Como sabemos, a legislação e o mercado são dinâmicos e estão em constante evolução. Muitos profissionais ficam limitados aos balanços, lançamentos e demonstrações, mas se esquecem de ficar de olho nas leis tributárias vigentes. É comum que empresas acabem perdendo isenções ou facilidades por causa desse tipo de desatenção. Ainda que o contador não vire um tributarista, é essencial ficar ligado em novas jurisprudências e aos regulamentos e normas do segmento no qual atua.



Lançamentos duplicados



Os lançamentos duplicados são alguns dos mais tradicionais erros do contador. Pode parecer algo banal, mas o fato é que isso causa um impacto severo na saúde financeira da empresa. Verificar diariamente os lançamentos e confrontá-los com as contas do negócio é uma excelente maneira de evitar isso e pode ser feito, a título de conferência, por qualquer pessoa que acompanhe a contabilidade do empreendimento de perto.



Não estimular a reserva de capital



O papel do contador vai além da análise e gestão dos números. Ele precisa indicar caminhos mais seguros para a saúde financeira do empreendimento. É muito comum que as empresas se comprometam com o pagamento de suas obrigações, não se preocupando em poupar, mas o fato é que é muito importante que ela crie uma reserva de capital. Isso pode ser primordial para que a gestão não seja pega de surpresa com gastos extras, como processos judiciais ou pagamentos de FGTS em caso de demissões.



Errar o cálculo de impostos



O cálculo de impostos numa empresa é uma das áreas mais complexas da contabilidade e por isso mesmo é mais suscetível a erros do contador. Ele geralmente indica como preencher corretamente impostos como COFINS, ISS, PIS, entre outros. Errar nessas informações é um desastre: se for para mais, a corporação pode perder dinheiro, se for para menos, os gestores podem receber uma notificação do órgão responsável.



Além disso, esse profissional precisa gerar as guias de pagamento e declarações periódicas. Se houver algum desacerto nos cálculos, a empresa pode ser prejudicada. Sistemas avançados automatizados de contabilidade podem contribuir para que isso não ocorra.


[ voltar a listagem de notícias ]